segunda-feira, 23 de maio de 2011

Hipertexto

O hipertexto é um texto com conexões. Não é uma idéia nova. São considerações feitas sobre o assunto elencadas em fragmentos formada por conexões que interligam em uma teia de informações seguindo uma seqüência de textos, e tem por objetivo oferecer ao leitor, oportunidade de navegar por diferentes considerações dentro do assunto.

Uma sala de aula onde se trabalha com hipertextos se transforma num espaço transacional apropriado ao ensino e aprendizagem colaborativos, mas também adequado ao atendimento de diferenças individuais, quanto ao grau de dificuldades, ritmo de trabalho e interesse;

Para os professores hipertextos se constituem como recursos importantes para organizar material de diferentes disciplinas ministradas simultaneamente ou em ocasião anterior e mesmo para recompor colaborações preciosas entre diferentes turmas de alunos.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

video

TRABALHANDO COM PROJETOS

Atividade 7 - Projeto: Diversidade no dia a dia da pré-escola

Faixa etária
4 e 5 anos

Conteúdo
Natureza e sociedade

Objetivos

- Trabalhar a questão da diversidade diariamente em sala de aula.
• Construir identidades raciais e de gênero positivas.
• Estimular o respeito às diferenças.
Tempo estimado
O ano todo.
Material necessário
Livros, CDs, DVDs, brinquedos e instrumentos musicais.
Desenvolvimento
1ª etapa
No momento da aquisição de materiais didáticos para a turma, selecione itens levando em conta se eles promovem a igualdade entre negros e brancos, homens e mulheres, pessoas com deficiência e grupos de diferentes culturas.

2ª etapa
Para que a postura em casa ajude a iniciativa na escola, envolva os pais no trabalho. Organize uma reunião com eles para explicar a importância de abordar a diversidade no dia a dia. Estimule que cada um faça um exame crítico de seu próprio comportamento, refletindo sobre como isso influencia os pequenos.

3ª etapa
No convívio com as crianças, ao notar manifestações de preconceito, intervenha mostrando a importância do respeito às diferenças e da autoaceitação. Uma boa estratégia é apoiar-se nos exemplos trazidos pelo material selecionado.

Avaliação
No diário de classe, crie um espaço para o registro do comportamento em relação às questões de raça, gênero e deficiência. Considere também a produção da turma (desenhos, cartazes etc.) para identificar os que precisam de apoio para aceitar sua identidade e a dos colegas.

Comentário: Ao observar o projeto acima percebeu-se que a principal vantagem em se trabalhar por meio de projetos educacionais, sem dúvida, é a troca da passividade do aluno pela interação. Impossível pensar o processo de ensino-aprendizagem sem múltiplas interações. O ensino formal, em que o aluno não participa e não interage em seu processo de construção do conhecimento, é algo mais do que questionável atualmente. Os projetos, com certeza, parecem suprir essa necessidade de fazer com que o aluno rompa com sua passividade e interaja de diferentes maneiras em todas as etapas de sua execução. Além disso, a interdisciplinaridade está presente de forma espontânea em quase todos os projetos, pois no decorrer, conforme interesses e necessidades, outros professores e outras disciplinas podem interagir com o projeto em questão. Outro ponto importante a ser destacado é a utilização de várias estratégias de ensino, é notório que o projeto acima fez uso das novas tecnologias como Dvds, Cds, além de outros recursos lúdicos que atraem o interesse dos alunos.



sexta-feira, 25 de março de 2011

O uso das novas tecnologias na educação

As novas tecnologias estão entrando na educação pela necessidade de se transpor às fronteiras do educar convencional, pois tudo que se modernizou na educação até o advento da informática se tornou convencional, frente a esta nova forma pedagógica de educação, oportunizando às escolas uma renovação de trabalhar os conteúdos, propiciando ao educando, eficiência na construção do conhecimento, convertendo a aula num espaço real de interação, de troca de resultados, adaptando os dados à realidade do educando. Explorar bem o imenso potencial das novas tecnologias nas situações de ensino-aprendizagem pode trazer contribuições tanto para os estudantes quanto para os professores que começam a ver o conhecimento cada vez mais como um processo contínuo de pesquisa. Porém, ainda existe muita resistência por parte dos educadores no uso das tecnologias na educação, pois toda mudança provoca um certo desconforto, insegurança, medo de não dominar a máquina e passar então, uma imagem de que os alunos sabem mais que eles. Mas diante do mundo globalizado que vivemos não tem como fugir dessas novas ferramentas de aprendizagem, cabe a nós, educadores, buscar uma formação adequada e inseri-las na nossa prática pedagógica. Como exemplo dos avanços e das contribuições das novas tecnologias podemos citar o “Ensino a Distancia” que vêm crescendo cada vez mais, pois essa modalidade permite que o aluno tenha flexibilidade de horário, adequando as horas de estudo ao seu dia a dia, além disso, terá mais autonomia na construção do seu conhecimento, partilhando experiências num ambiente de aprendizagem colaborativo.